A demanda por ETFs de Bitcoin acelerou esta semana, registrando uma média de US$ 450 milhões em influxos por dia. Em 16 de fevereiro, todos os ETFs de Bitcoin à vista tinham um AuM total de 258.770 BTC – valendo cerca de US$ 13,4 bilhões nas taxas atuais.

Em comentários ao Cointelegraph, o Chefe de Marketing e Comunicações da Fundação dYdX, Tristan Dickinson, disse que “a adoção rápida do ETF de Bitcoin” contribuiu para a alta do BTC acima de US$50.000.

Dickinson acrescentou,

“Essa adoção sinaliza a maturidade do setor, solidificando o BTC como uma classe de ativo semelhante ao ouro. Com o halving se aproximando em abril, é cada vez mais provável que estejamos começando a ver sinais de um mercado em alta.”

A configuração técnica do Bitcoin reflete seu potencial altista

O gráfico de preços do Bitcoin formou um padrão de fundo arredondado no gráfico semanal. Os compradores possivelmente definiram seu alvo na linha de pescoço do padrão gráfico dominante em US$ 69.220, que coincide com os recordes históricos alcançados em novembro de 2021.

Um fechamento semanal de candlestick acima deste nível confirmaria uma fuga altista da formação de fundo arredondado, introduzindo o BTC em descoberta de preço.

O indicador de força relativa (RSI) para o Bitcoin moveu-se para a zona de sobrecompra, aproximando-se da marca de 80 pontos e reforçando a dominância dos touros no mercado.

As Médias Móveis Exponenciais (EMAs) também produziram um cruzamento altista no gráfico semanal. Isso aconteceu no início de janeiro, quando a EMA de 100 semanas cruzou acima da EMA de 200 semanas.

gráfico semanal de BTC/USD. Fonte: TradingView

O trader Aksel Kibar identificou o BTC sendo negociado em um canal paralelo ascendente no gráfico semanal, prevendo uma alta para US$65.000 e além, se o preço romper acima do canal.

Este artigo não contém conselhos ou recomendações de investimento. Todo investimento e movimento de negociação envolve risco, e os leitores devem conduzir sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.