O preço do Bitcoin subiu mais de 10%, atingindo uma nova máxima anual de US$ 64.000 2024 em 28 de fevereiro. A maior parte do movimento de 50% de alta do preço do Bitcoin neste mês está sendo atribuída à expectativa dos investidores pelo próximo halving, que normalmente é seguido por uma forte performance de alta nos meses seguintes.

Acredita-se que os influxos constantes para os fundos negociados em bolsa (ETFs) de Bitcoin (BTC) à vista lançados recentemente também estejam desempenhando um papel crítico na ação de preço do Bitcoin.

JESUS: Estamos apenas na metade do dia de negociação e os nove novos ETFs de bitcoin já quebraram o recorde de volume diário de negociação de todos os tempos, com US$ 2,6 bilhões. Temos 4 ETFs de bitcoin no Top 20. O $IBIT é o número 4 no geral e vai ser mais negociado hoje do que nas duas primeiras semanas combinadas. Isso é oficialmente uma loucura.

— Eric Balchunas (@EricBalchunas)

Alguns especialistas em análise técnica advertiram que a estrutura atual do mercado e as altas taxas de financiamento são um sinal de uso intenso de alavancagem e acabarão levando a uma correção impulsionada por liquidações maciças.

Li muitas previsões de 200 mil. Só para observar aqui que agora estamos próximos da área de resistência entre 65K-68K.

Há 3 anos, chamei a atenção para essa resistência. Novamente chamo sua atenção para a resistência horizontal.

— Aksel Kibar, CMT (@TechCharts)

Enquanto isso, os analistas de opções estão desconsiderando os apelos de que o movimento de preços está sobrecarregado, expressando sua opinião de que a atual alta do preço do Bitcoin tem pernas para continuar.

Citando os principais mercados de opções de Bitcoin, juros abertos e dados de taxa de financiamento, o analista Chris Newhouse disse:

“Do meu ponto de vista, a recente alta tem aspectos de um movimento impulsionado por derivativos, combinado com um tom de demanda à vista, devido ao recorde de entradas nos ETFs. O rompimento da região de US$ 53 mil mostrou força relativa, os volumes foram altos, a demanda natural estava presente e os traders de curto prazo começaram a entrar no mercado.”

A analista de mercado independente Nunya Bizniz concordou com a perspectiva de alta do preço do Bitcoin, observando que o índice de força relativa (RSI) do Bitcoin estava acima de 70 e destacando o fato de que, em ciclos de mercado anteriores, o preço do BTC permaneceu em uma tendência de alta por pelo menos 335 dias depois que o RSI ultrapassou 70 pontos no gráfico mensal.

BTC mensal:

RSI em +70

Gráfico produzido a pedido de @Travis_Kling.

# Número de dias do cruzamento acima de 70 até o topo do ciclo.

A média é de cerca de um ano.

Muitos esperam que o pico ocorra no quarto trimestre de 2025, mas e se ele ocorrer no início do primeiro trimestre de 2025?

Ciclo “traduzido à esquerda” com a ajuda de ETFs?

— Nunya Bizniz (@Pladizow)

US$ 64.000 pode ter sido o topo?

Pouco depois de atingir US$ 64.000, o preço do Bitcoin despencou para US$ 58.700. Provavelmente, foi o resultado de um muro de pedidos de venda nessa região e de uma onda de liquidação de posições compradas alavancadas. Entretanto, no momento da publicação deste artigo, o BTC havia recuperado quase 5% do movimento de queda.

Gráfico de 1 hora BTC/USDT. Fonte: TradingView

Atualmente, o Bitcoin está a menos de 13% de seu recorde histórico, e muitos investidores institucionais e de varejo esperam que a marca de US$ 68.900 seja ultrapassada antes da redução das recompensas de bloco dos mineradores pela metade, que está programada para ocorrer em aproximadamente 52 dias.

Este artigo não contém conselhos ou recomendações de investimento. Todo investimento e movimento comercial envolve risco, e os leitores devem realizar suas próprias pesquisas ao tomar uma decisão.