Novas acusações contra os homens que revelaram leaks da Shonen Jump

fevereiro 28, 2024

leaks da Shonen Jump nhk screenshot

Os dois homens que foram presos no início deste mês de fevereiro por revelarem leaks da Shonen Jump da Shueisha estão agora a ser oficialmente acusados de também colocarem online imagens de mangás da Weekly Shōnen Magazine da Kodansha antes da sua publicação programada.

Segundo a investigação policial, os dois suspeitos colocaram online imagens de mangás populares da Weekly Shōnen, sem permissão e antes do lançamento oficial das edições, dia 3 de setembro e novamente dia 13 de janeiro, cinco dias antes da data formal de lançamento.

Um dos suspeitos de 36 anos dirige a empresa Japan Deal World LLC em Tóquio. Segundo a investigação policial, eles disponibilizaram imagens da Jump na internet antes do seu lançamento. As primeiras revistas foram obtidas em lojas em Tóquio que venderam cópias da revista antes da sua data de lançamento. A polícia suspeita que outros indivíduos também estejam envolvidos e está a conduzir uma investigação.

Após estas prisões, o jornal Asahi mostrou imagens de screenshots fornecidas durante a conferência de imprensa da divisão de crimes cibernéticos de Kumamoto, incluindo screenshots de Jujutsu Kaisen, One Piece e Blue Lock. Estas imagens são utilizadas como prova de que as leaks fornecidas foram publicadas nas redes sociais.

In this post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *