Nintendo vai levar o emulador Yuzu aos tribunais

fevereiro 28, 2024

A Nintendo apresentou oficialmente e publicamente no dia 26 de fevereiro de 2024, uma ação judicial contra os criadores do Yuzu, um popular emulador de Nintendo Switch para o PC, Linux e Android.

A Nintendo quer o encerramento imediato do emulador e o pagamento de uma indemnização por danos ao afirmar que a tecnologia do Yuzu contorna ilegalmente a encriptação do software da Nintendo e facilita a pirataria “a uma escala colossal”.

A empresa do Super Mario vai mais longe e menciona que o jogo The Legend of Zelda: Tears of the Kingdom foi transferido mais de 1.000.000 de vezes antes do lançamento oficial e indica que a conta do Patreon do Yuzu duplicou nesse período.

Adicionalmente, a Nintendo também refere que o Yuzu esteve envolvido em leaks do jogo “que prejudicam os clientes da Nintendo que cumpriam a lei”.

Como se não fosse bastante, a Nintendo alega que os criadores do Yuzu acederam aos jogos da Nintendo Switch a partir de uma consola hackeada, o que é considerado uma violação da DMCA, e até fizeram uma nova cópia do jogo personalizado, o que também é uma grande violação dos direitos de autor.

Com a chegada da Nintendo Switch 2 no mercado, a Nintendo parece que desde muito cedo quer certificar-se que a sua futura consola não vai ser emulada e condicione vendas software.

In this post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *