EUA processam Apple por “monopólio” nos smartphones

março 21, 2024

O governo dos EUA entrou com uma ação contra a Apple, acusando a companhia de limitar ilegalmente os concorrentes e deter o monopólio do mercado de smartphones.

Um dos 5 motivos apresentados pelo Departamento de Justiça dos EUA é o cloud gaming, que segundo o governo obriga os jogadores a comprarem smartphones mais caros.

O argumento apresentado é que se os jogadores pudessem transmitir jogos pela nuvem com aplicativos da App Store, eles poderiam jogar jogos visualmente impressionantes usando dispositivos Apple mais antigos, em vez de ter que atualizar para um hardware mais poderoso e caro para fazer isso.

Na ação judicial podemos ler:

Durante anos, a Apple bloqueou aplicativos de jogos em nuvem que dariam aos utilizadores acesso a aplicativos e conteúdos desejáveis sem a necessidade de pagar por hardware caro da Apple, porque isso ameaçaria o seu poder de monopólio.

O streaming na nuvem permite que os produtores levem tecnologias e serviços de ponta aos consumidores de smartphones – incluindo jogos e serviços interativos de inteligência artificial – mesmo que os seus smartphones incluam hardware menos potente que um iPhone.

A Apple promoveu o iPhone 15 prometendo que o seu hardware é poderoso o suficiente para permitir “desempenho de próximo nível e jogos mobile”. Mas hardware poderoso é desnecessário se os jogos forem jogados através de aplicativos de streaming na nuvem.

Embora a Apple tenha anunciado em janeiro que estava a permitir apps de streaming de jogos, teoricamente tornando possíveis aplicativos nativos para serviços como o streaming em nuvem do Xbox Game Pass Ultimate, Phil Spencer, o CEO da Microsoft Gaming, disse que a proposta “não vai longe o suficiente para abrir a concorrência”, acrescentando: “Não há espaço para monetizarmos o Xbox Cloud Gaming no iOS”.

In this post:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *