A pesar da alta semanal de 180% do “Bitcoin do Japão”, o Bitcoin (BTC) era transferido por volta de US$ 51,2 mil (-0,1%) nesta quinta-feira (22) e recuava 2,1% nesse período. Porém, apesar da possível retração até o halving, em abril, quando as recompensas por novos blocos do benchmark caem à metade, a previsão é de um rali duradouro do BTC, que pode favorecer diversas altcoins segundo análises recentes dos especialistas em criptomoedas Michaël van de Poppe e Bluntz. Entre elas o WIF e o SEI, em percentuais de até 200%.      

Em um gráfico publicado no X nessa quinta, Michaël van de Poppe excluiu a capitalização de mercado do Bitcoin e do Ethereum (ETH) e observou que a liquidez aportada em outros tokens, que era de US$ 600 bilhões no momento dessa escrita, tem o potencial de saltar para uma região entre US$ 800 bilhões a US$ 1 trilhão (+66%), 76% no momento da publicação feita pelo especialista.

“A capitalização de mercado das altcoins mal acordou. Ainda há muito impulso e oportunidades pela frente, em que suspeito uma para US$ 800 bilhões – US$ 1 trilhão”, considerou.

Nesse possível cenário de alta, previsto também pelo chatbot da Microsoft, o Copilot, que revelou o preço do Bitcoin antes e depois do halving, 10 altcoins para comprar e 10 para ‘fugir’, Bluntz tem duas altcoins em seu radar otimista.

Em relação ao Dogwifhat (WIF), que era transferido por US$ 0,33 (-3,5%) e em queda semanal de 27,4%, Bluntz publicou esta semana no X um gráfico indicando que a memecoin baseada em Solana está dentro das três ondas corretivas (ABC) de Elliot e se prepara para alta de até US$ 1 (+200%).

“E se eu disser que a próxima etapa do WIF será turbo parabólica? Chega de recuar na resistência de US$ 0,50, esse será o impulso que enlouquecerá, na minha opinião”, avaliou.

Em outra publicação, nesse caso relacionada ao SEI, que se convertia em US$ 0,84 (-2,3%) com retração de 11,6% em sete dias, Bluntz também sugeriu que o toke da blockchain L1 Sei se encontra em uma fase de sobrevenda. Pelo gráfico, ele trabalha um um alvo de US$ 1,15 (+36,9%).

“Gosto dessas configurações que atingem máximos em uma faixa, depois prosseguem para mínimos dessa faxa e se recuperam. Belas configurações longs (de compra)”, concluiu.

No radar dos especialistas também estão as três altcoins de IA com chance de disparar e os investidores aproveitarem a próxima corrida dos touros, conforme noticiou o Cointelegraph Brasil.