A Circle, emissora da stablecoin atrelada ao dólar USD Coin, afirma que interromperá o suporte ao token na blockchain da Tron. A decisão se alinha aos “esforços para garantir que o USDC permaneça confiável, transparente e seguro”, justificou a empresa.

“A partir de agora, não emitiremos mais USDC na TRON”, disse a Circle em uma postagem divulgada no blog da empresa em 20 de fevereiro, acrescentando que gradualmente eliminaria o suporte ao USDC na rede.

A Circle observou que ainda ofereceria suporte às transferências de USD Coin (USDC) de seus clientes comerciais da Circle Mint para outras blockchains até fevereiro de 2025.

A empresa pediu aos usuários de varejo e demais clientes que transferissem seus USDCs baseados na Tron para uma exchange, para que pudessem ser transferidos para uma rede blockchain onde o USDC ainda fosse suportado.

1/ Estamos descontinuando o USDC no blockchain da TRON através de um processo de transição em fases. A partir de agora, não emitiremos mais USDC na TRON. As transferências e os resgates de USDC na TRON continuarão funcionando normalmente até fevereiro de 2025. Leia os detalhes:

— Circle (@circle)

A Circle não apresentou um motivo para interromper o suporte à Tron, dizendo apenas que “avalia continuamente a adequação de todos as blockchains” aos seus produtos como parte de seu processo de gerenciamento de risco.

A empresa acrescentou que a decisão de retirar o suporte à Tron foi o “resultado de uma avaliação de diversos setores da empresa, que envolveu a organização comercial, a conformidade e outras áreas em toda a nossa empresa.”

Em janeiro, a Circle deu entrada a um pedido de abertura de capital nos Estados Unidos. O USDC tem atualmente uma capitalização de mercado de quase US$ 28 bilhões – ficando atrás apenas da rival Tether (USDT), que ostenta uma capitalização de US$ 97,5 bilhões, de acordo com dados da CoinGecko. 

Em novembro de 2023, a Circle refutou as acusações de que prestava serviços ao fundador da Tron, Justin Sun, depois que um grupo de ética escreveu uma carta aos senadores dos EUA alegando que a empresa estava “comprometida por sua integração” com a rede.

O grupo Campanha pela Responsabilidade disse que a Tron “foi citada em várias ações internacionais de aplicação da lei envolvendo a movimentação de bilhões de dólares em transações realizadas por supostos grupos do crime organizado e entidades sancionadas.”

A Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) abriu um processo contra Sun e a Fundação Tron em março de 2023, alegando que ambos ofereceram valores mobiliários não registrados e realizaram operações de manipulação de mercado, o que a Sun nega.

A Tron não respondeu imediatamente a um pedido de comentários do Cointelegraph sobre a iniciativa da Circle.

LEIA MAIS