A Binance, uma das maiores exchanges de criptomoedas do mundo, anunciou o lançamento de uma iniciativa que permite que novos usuários usem o volume agregado de seus ativos tradicionais ou criptomoedas baseados em outras plataformas para se qualificarem para seu Programa de Convite VIP.

Em 28 de fevereiro, a exchange revelou seu programa VIP expandido, chamando-o de “o primeiro do tipo” oferecido por uma grande exchange de criptomoedas que atende a negociadores de ativos tradicionais de alto volume.

O incentivo permite que novos usuários da plataforma participem com um volume agregado de 30 dias de negociação à vista ou de futuros em criptomoedas ou ativos tradicionais igual aos requisitos de volume de negociação já existentes no Programa VIP da Binance.

De acordo com a declaração, esses usuários serão “instantaneamente promovidos” para um nível VIP superior na exchange por dois meses.

Catherine Chen, chefe da Binance VIP e Institucional, comentou que a evolução da aceitação das criptomoedas desempenhou um papel importante na expansão das oportunidades para os usuários:

“A listagem bem-sucedida dos ETFs de bitcoin à vista e seus fluxos de entrada não apenas demonstra que há uma clara demanda do mercado por criptomoedas, mas também mostra que qualquer lacuna entre ativos tradicionais e digitais está diminuindo.”

Chen disse que a exchange tem como objetivo ajudar “usuários de alto volume de plataformas de ativos tradicionais a reduzir suas barreiras de entrada no universo das criptomoedas.”

O Cointelegraph entrou em contato com a Binance para obter informações adicionais.

Essa é uma das muitas iniciativas da Binance para atrair um nicho de traders e aumentar a sua base de usuários de forma mais ampla e diversificada. Em novembro de 2023, a Binance concluiu um acordo bancário tripartite, que permitiu aos investidores institucionais manter suas garantias de negociação em moedas fiduciárias sob a custódia de um parceiro bancário terceirizado. 

Desde meados de 2022, a Binance opera uma filial institucional para usuários, como gerentes de ativos, corretores, fundos de hedge, escritórios familiares, provedores de liquidez e empresas de negociação proprietárias.

Em fevereiro, a exchange de criptomoedas Kraken lançou um braço institucional visando explorar a aprovação de fundos negociados em bolsa (ETFs) de Bitcoin (BTC) nos Estados Unidos.

A aprovação de ETFs de Bitcoin à vista foi um momento marcante para unir as finanças tradicionais às finanças descentralizadas. Em menos de dois meses desde a aprovação, o Bitcoin atingiu a marca de US$ 60.000 pela primeira vez em mais de dois anos.

LEIA MAIS