A alta demanda no aguardado airdrop da solução Ethereum layer-2 Starknet causou a capitalização de mercado diluída total do protocolo ultrapassar US$ 20 bilhões, apesar das controvérsias.

Em 20 de fevereiro, os desenvolvedores da Starknet alocaram aproximadamente 700 milhões de tokens STRK de um fornecimento total de 10 bilhões para recompensar os stakers solo e líquidos do Ethereum, os desenvolvedores da Starknet e os usuários, bem como projetos e desenvolvedores de fora do ecossistema Web3. Nos primeiros 90 minutos, 45 milhões de tokens STRK foram reinvidicados e desde então ultrapassaram 220 milhões.

Os usuários têm até 20 de junho de 2024 para reivindicar o saldo restante. Apesar do entusiasmo dos investidores, no entanto, o preço dos tokens STRK caiu para US$ 2 em comparação com seu preço inicial de US$ 7 na exchange de criptomoedas Binance, embora o protocolo ainda mantenha uma alta avaliação. Atualmente, o protocolo possui um valor total bloqueado de US$ 57 milhões

No mesmo dia, Banteg, desenvolvedor do Yearn Finance, levantou preocupações sobre a inclusão de “caçadores de airdrop” na lista de elegibilidade da Starknet, apesar de advertências anteriores. Em suas observações, ele destacou que apenas os dados dos caçadores foram considerados em um commit específico, enquanto os desenvolvedores renomeados foram aparentemente negligenciados. Ele também compartilhou uma confirmação dos desenvolvedores da Starknet de que os renomeados não seriam excluídos, sugerindo que mais informações poderiam surgir nos próximos dias.

O desenvolvedor do Yearn Finance havia alertado anteriormente que, dos 1,3 milhão de endereços de carteira elegíveis para o airdrop do STRK, aproximadamente 701.544 endereços estavam supostamente vinculados a contas repetidas ou renomeadas do GitHub controladas por caçadores de airdrop.

Os caçadores de airdrop visam ganhar dinheiro ao aproveitar tokens de airdrops, na esperança de que se tornem valiosos. Caçadores de airdrop profissionais utilizam scripts para consolidar muitos endereços diferentes em apenas alguns. Em março passado, foi revelado que os caçadores de airdrop consolidaram tokens no valor de US$ 3,3 milhões do então airdrop do Arbitrum (ARB) de 1.496 carteiras em apenas duas carteiras que controlavam.