John Deaton, um advogado associado à indústria de criptomoedas, lançou oficialmente sua candidatura a uma vaga no Senado dos Estados Unidos em Massachusetts – sem mencionar explicitamente os ativos digitais como um dos focos de sua campanha.

Em um vídeo divulgado em sua conta no X em 20 de fevereiro, Deaton disse que a sua campanha se concentraria em “enfrentar as elites de Washington”, alegando que a senadora Elizabeth Warren “não faz nada” por Massachusetts. O vídeo incluiu uma foto de uma manchete da Rhode Island Lawyers Weekly mencionando o papel de Deaton na defesa das criptomoedas contra a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) e o advogado usando uma camiseta do token XRP. Fora isso, o vídeo de lançamento da campanha se concentrou em abordar questões domésticas, incluindo a inflação e a segurança nas fronteiras.

“Estou concorrendo ao Senado dos EUA para continuar a minha missão dde vida de mudar as coisas para as pessoas que mais precisam”, disse Deaton.

Primeiro, foram os valentões do pátio da escola, depois foram as corporações gananciosas e a SEC, e agora estou enfrentando as elites de Washington.

— John E Deaton (@JohnEDeaton1)

A candidatura de Deaton, se bem-sucedida, destituiria a atual senadora Warren do cargo que ela ocupa desde 2013. A senadora de Massachusetts tem sido uma das maiores oponentes dos ativos digitais no governo dos EUA, alegando que a tecnologia é usada principalmente para fins ilícitos, incluindo o financiamento de organizações terroristas.

No site de sua campanha, Deaton destacou seu papel na defesa das criptomoedas como advogado, inclusive quando apresentou um amicus brief em nome dos detentores de XRP no âmbito do processo da SEC contra a Ripple. O advogado é um defensor declarado dos direitos dos investidores de criptomoedas, muitas vezes criticando a SEC e os formuladores de políticas por suas ações de aplicação da lei contra ativos digitais.

O lançamento da campanha e do site de Deaton não mencionaram nenhuma afiliação partidária, mas ele concorrerá pelo Partido Republicano. A senadora Warren é integrante do Partido Democrata. O Cointelegraph entrou em contato com os escritórios da senadora Warren e de Deaton, mas não uma recebeu resposta até o momento da publicação deste artigo.

De acordo com dados da Comissão Eleitoral Federal, a senadora Warren havia arrecadado cerca de US$ 16 milhões para a sua campanha de reeleição em 2024 até 31 de dezembro, e possuía cerca de US$ 4 milhões em caixa. Antes do lançamento oficial da campanha de Deaton, ela teria pedido mais doações fazendo menção ao seu oponente como um “grande líder de torcida dos interesses das criptomoedas”, e alegando que o “lobby das criptomoedas colocou um alvo em suas costas”.

Não está claro se os grupos de interesse associados às criptomoedas poderiam contribuir para a candidatura de Deaton ao Senado. Em uma entrevista concedida no Pod Save America divulgada em 18 de fevereiro, a senadora Warren disse que alguns integrantes da indústria de criptomoedas tinham “rios de dinheiro para gastar” como parte de uma estratégia para desafiar no Congresso a Lei de Combate à Lavagem de Dinheiro de Ativos Digitais, de sua autoria.

Deaton é considerado por muitos como um azarão na disputa com a senadora Warren, que conta com a aprovação de 41% dos habitantes de Massachusetts, de acordo com uma pesquisa de 2023 do MassINC Polling Group. As eleições gerais nos Estados Unidos estão marcadas para 5 de novembro.

LEIA MAIS